Boas Vindas

Olá, Tudo bem?

Aqui é o cheff Luiz e esta é uma receita de boas vindas!

Entenda ela como um aperitif, apenas para te dar água a boca!

 

Guia de alimentação Projeto Super Fit

 

Vamos fazer uma Pavlova, que é chamado assim por causa da Bailarina Russa Anna Pavlova. Se você não está familiarizado com esse nome, não tem problema. O que vamos fazer na verdade é o famoso Meringue ou Suspiro mesmo!

Como essa é uma receita que eu uso para “roubar” na minha dieta, ela obviamente foi alterada para que a gente possa comer sem culpa. Essa receita saiu do guia de emagrecimento do Projeto Super Fit. Que é um plano de alimentação que eu assino. Mais pra frente se quiserem eu falo um pouco mais dele.

Vamos aos ingredientes:

1 colher de café rasa de cremor tártaro (se não encontrar, pode fazer sem)

3 claras em temperatura ambiente

1 pitada de sal

1 colher de café de essência de baunilha

50 gotas de stévia líquida ou 2 colheres de sopa cheias de xylitol

2 xícaras de leite em pó

suco de 1/2 limão

Recheio:

Morangos fatiados

Amoras

Groselhas

Frutas de baixo índice glicêmico da sua escolha

Creme de leite batido em chantily adoçado com stévia

Modo de preparo:

Em um bowl fundo, junte as claras, a baunilha, o cremor tártaro, a stévia, o limão (pode adicionar raspas de limão se gostar) e a pitada de sal. Use um fuet ou uma batedeira e comece incorporando os ingredientes e aos poucos acelerando a velocidade. Depois de tudo bem misturado, bata as claras até o ponto de picos moles ou leves.

Esse momento é o mais delicado nesse preparo, aos poucos vá polvilhando uma colher de sopa por vez do leite em pó, mantendo uma velocidade constante na batedeira, até que o leite se dissolva nas claras e fique com uma consistência como essa na foto abaixo:

 

 

Assim que chegar nessa consistência, temos que trabalhar rápido poi diferentemente do suspiro normal, esse se desfaz e separa com o tempo. Para evitar isso, você pode usar 0,5 grama de goma xantana. Assim que terminar de bater, já transfira para uma assadeira untada, dividindo em duas porções de mais ou menos 4 cm de altura e 15 cm de diâmetro.

Não esqueça de pré-aquecer o forno a 180 graus Celsius. Quando colocar a pavlova no forno, vamos usar um macete. A maioria dos fornos caseiros, não conseguem criar temperaturas mais baixas que 180 graus. Para isso, vamos usar um truque da vovó, ao fechar o forno, usaremos uma colher de pau para deixa-lo entre-aberto, com isso conseguimos simular um desidratador com temperaturas de 150 – 160 graus célsius. Vamos cozinhar / desidratar a pavlova por 60 min.

Assim que terminar o cozimento, use um palitinho de churrasco para ver se está crocante e o centro está duro. Se estiver tudo o, desligue o fogo e deixe esfriar dentro do forno, mantendo a colher de pau na porta. Caso contrário, deixe na mesma temperatura por mais 10 ou 15 minutos.

Assim que esfriar, transfira os discos para um prato de bolo largo. Antes de assentar o primeiro disco, “suje” o fundo do prato com um pouco de chantily para que o meringue não escorregue. Ao colocar o primeiro suspiro, cubra generosamente com chantily e faça uma camada de frutas, coloque por cima o segundo disco e repita a camada de creme e frutas, et voilà! Você acabou de fazer uma sobremesa cheia de proteína, com muita fibra, zero adição de açúcar além das frutas e muito sabor! Para quem gostar da cozinha saudável, vou deixar o link desse blog do tumblr que vira e mexe, coloca alguma informação legal. Basta clicar AQUI.

Espero que tenha gostado!

Um abraço do cheff Luiz!